jump to navigation

As profissões que podem surgir até 2030 setembro 24, 2010

Posted by Profissões in Uncategorized.
1 comment so far

1. Fabricantes de partes do corpo: avanços na ciência tornarão possível a fabricação de partes do corpo avulsas, abrindo campo para fabricação, comércio e reparo dessas partes;

2. Nano-médicos: há um grande potencial para desenvolvimento de aparelhos em nanoescala aplicados em novos procedimentos, que podem transformar os cuidados pessoais. Uma nova nanomedicina será necessária para administrar esses tratamentos;

3. Fazendeiro de seres geneticamente modificados: alguém precisará se especializar nos cuidados de plantas e animais geneticamente modificados;

4. Consultor/gestor do bem estar na velhice: especialistas irão reunir conhecimentos de diversas áreas (farmacêutica, medicina, próteses, psiquiatria entre outros) para ajudar a tratar e cuidar das necessidades da velhice;

5. Cirurgião do aumento de memória: novas tecnologias permitirão a médicos adicionar uma capacidade extra de memória no cérebro;

6. Cientistas para criar uma nova ética: avanços em áreas como clonagem exigem uma nova ética que ajude a sociedade a tomar decisões conscientes. As perguntas não serão mais “podemos fazer isso?” mas sim “devemos?”;

7.Pilotos espaciais, guias de turismo e arquitetos: com o turismo espacial, pilotos,guias e designers serão necessários para construir as moradias no espaço e em outros planetas;

8. Fazendeiros verticais: cidades terão agricultura vertical, regadas hidroponicamente, e exigirão pessoas com habilidades cientificas, de engenharia e comércio;

9. Especialista em reversão das mudanças climáticas: uma nova classe de engenheiros cientistas ajudaria a reduzir ou reverter os efeitos das mudanças climáticas em locais específicos;

10.Reforço de quarentena: Equipes preparadas para conter epidemias. Enfermeiras, para tratar dos enfermos, e seguranças, para impedir a evasão de divisas, são alguns dos cargos necessários;

11. Polícia de alterações climáticas: semear nuvens para gerar chuva já é algo que acontece no mundo. Com o avanço dessas e de outras tecnologias, alguém terá que controlar e monitorar quem pode, e como pode, realizar esse tipo de intervenção na atmosfera;

12. Advogado virtual: cada vez mais detalhes da nossa vida vão para a rede, e especialistas são necessários para resolver disputas legais envolvendo a internet;

13. Controlador de avatar e professor virtual: entre os diversos usos futuros para um avatar (daí a necessidade de se contratar controladores), eles poderiam ser usados para auxiliar ou substituir professor em salas de aula. Assim, alguém que more nos Estados Unidos pode lecionar no Brasil: basta se conectar ao se avatar;

14. Desenvolvedor de veículos alternativos: voadores, nadadores, com materiais e combustíveis diferentes… Alguém precisará pensar nos carros do futuro;

15. Narrowcasters – um trocadilho com “broadcast”. Conforme a mídia se torna mais e mais personalizada, especialistas terão que trabalhar com conteúdo sob medida para indivíduos;

16. Controlador de dados deletados: especialistas encontrarão uma maneira segura de descartar dados sem que estes sejam rastreados;

17. Organizador de clutter virtual: profissional que ajuda a organizar nossas vidas eletrônicas, como e-mail, armazenamento, IDs e aplicativos;

18. Controladores de bolsa virtual/ pregão virtual: assim como aconteceu com os bancos, as transações das bolsas serão cada vez mais virtuais;

19. Assistente social de networking: ajuda aqueles traumatizados ou marginalizados pelo networking;

20. Personal brander: ajudam pessoas comuns uma se tornarem uma “marca” pessoal usando, por exemplo, mídias sócias

Anúncios

Profissões em baixa setembro 24, 2010

Posted by Profissões in Uncategorized.
1 comment so far

A economia globalizada exige mais que formação aos profissionais de funções estratégicas. Criatividade, liderança, dinamismo, boa comunicação e capacidade nas relações interpessoais são pré-requisitos fundamentais no competitivo mercado de trabalho. Mas acima de tudo, os empregadores da nova era estão de olho em profissionais generalistas, que além de sua formação básica, tenham conhecimento e competência para atuar em qualquer área. Em muitos casos, as vagas permanecem abertas por falta de candidatos habilitados. A falta de jogo de cintura de executivos e gerentes para assumir funções diferenciadas é resquício da formação acadêmica no Brasil, ainda baseada nos conceitos arcaicos de especialização e técnica. A opinião é do consultor de Marketing e Recursos Humanos e professor universitário Everton Léo Soares. Sócio da Dimensão Empresarial, empresa de consultoria, treinamento, seleção e outplacement em cargos estratégicos, Everton convive diariamente com esta carência. “Apesar da situação de desemprego do País, em muitas situações não conseguimos preencher a vaga do cliente por não encontrar pessoas com o perfil, entre dezenas de currículos.” A realidade do mercado de trabalho mudou nos últimos anos e muitos profissionais não se deram conta disso, analisa Soares. “Executivos ou gerentes que trabalharam por vários anos na mesma empresa, exercendo a mesma função, e de repente caíram no mercado, se tornaram obsoletos, pela limitação dos conhecimentos”, define. Mas quando procuram novo trabalho, estes executivos querem oferecer a mesma mão-de-obra e manter as mordomias do emprego anterior, como salários e benefícios. O que encontram são empresas cada vez mais críticas, que buscam soluções em profissionais adequados. “Na economia competitiva, não há mais espaço para empregos.” A headhunter da Dimensão, Berenice Buerger, ressalta que a transformação do mercado de trabalho não ocorreu apenas nas funções estratégicas. A exigência de multifuncionalidade se aplica também a atividades de níveis médio e básico. “A mão-de-obra executora foi a primeira que caiu com a globalização, substituída pela máquina ou pela terceirização.” Os profissionais que optaram ao emprego à formação hoje estão em idade crítica, com experiência limitada, soltos num mercado de trabalho extremamente competitivo.

As 11 profissões em baixa

  • Secretária
  • Recepcionista
  • Telefonista
  • Chefe de departamento de pessoal
  • Auxiliar administrativo
  • Auxiliar de escritório
  • Datilógrafo
  • Auxiliar financeiro
  • Auxiliar de suprimentos
  • Servente
  • Cursos de licenciatura

Profissões mais procuradas setembro 24, 2010

Posted by Profissões in Uncategorized.
1 comment so far

De acordo com um novo estudo, os estudantes que estão ou terminando o 3º ano do ensino médio, ou mesmo aqueles que estão se preparando em cursos para vestibular possuem dúvidas em que carreira seguir. Hoje o mercado de trabalho disponibiliza milhares de áreas de atuação vão elas desde as exatas, humanas e biológicas. Segundo essa pesquisa eles ainda não sabem por que acreditam que certas profissões caíram no desuso ou mesmo por conhecerem o que os profissionais de várias áreas fazem. Segundo o ENEM, o principal curso que ainda ganha em dispara é a medicina, mas acredita-se com a disputa acerada esse curso possa vir a ficar sem candidatos, podemos ver isso com a diminuição das inscrições para os vestibulares mais disputados. Profissões que envolvam a agricultura e a produção de álcool ou de petróleo que prometem ser a profissão do futuro que não são muito visadas nesse ano. Uma outra área que teve um grande aumento pela procura, pois promete ser uma profissão disputada daqui a alguns anos é a de ciências biológicas, em relação ao efeito estufa e a engenharia genética. Entre as dez profissões mais procuradas ainda temos cursos que formam professores, o de direito e de engenharia. Outro curso que vem ganhando destaque entre os jovens é a comunicação social. Para saber mais dos cursos que estão em alta veja a lista com os cursos mais procurados pelos estudantes:

1º Medicina;
2º Engenharia;
3º Direito;
4º Administração;
5º Ciências Biológicas;
6º Comunicação Social;
7º Enfermagem;
8º Letras;
9º Educação Física;
10º Pedagogia;